MEA recebe a imprensa e evidencia o sucesso de seu primeiro semestre de funcionamento.
21/06/2024 21:31 em Geral

MEA - Memorial da Evolução Agrícola
recebe a imprensa regional e evidencia o sucesso de seu primeiro semestre de funcionamento.

O Memorial da Evolução Agrícola (MEA), localizado em Horizontina/RS, abriu suas portas, nessa quinta-feira (20/jun) em momento especial e exclusivo à imprensa regional, detalhando o trabalho que vem impactando milhares de pessoas, desde o início de suas atividades em dezembro de 2023 quando foi inaugurado.

No café da manhã, na Cozinha Experimental do MEA, jornalistas, radialistas, repórteres de Rádio e TV, entre outros comunicadores foram recebidos pela equipe coordenadora do Memorial que, posteriormente, apresentou a forma de funcionamento, projetos e programas desenvolvidos pela entidade.

Além de receber visitantes, cerca de 40 mil pessoas conforme os registros em seis meses de atividades, o MEA tem ido até as comunidades de seu município sede e da região Noroeste. São movimentos que estimulam a busca pelo conhecimento, a preservação e valorização dos patrimônios cultural, artístico, esportivo, histórico...em torno da cultura, da educação, do lazer e recreação, e da consciência socioambiental, como destacou Karina Muniz Viana Pesquisadora e Museóloga, Coordenadora do MEA.

Ela citou como exemplo de interação com a comunidade regional, a oficina com as merendeiras das entidades de ensino do Noroeste, realizada na cozinha experimental do museu no início do ano letivo de 2024, resultando na definição dos cardápios. E que, o estudante que visita o memorial conhece a história ali registrada, mas também compartilha a própria história.

A integração com os demais setores e entidades da sociedade regional também tem sido marca do Memorial que conta com uma equipe atual de 30 pessoas em seus diversos setores. Prestadores de serviços da região são priorizados nas contratações da entidade que trabalha ressaltando a transparência de suas ações e o compromisso com seu propósito e missão.

À reportagem Rádio FEMA, Carla Borba, Coordenadora do Programa Educativo, Cultural e Socioambiental do MEA. (Entrevista no link https://fb.watch/sRRqnibN7I/ destacou que o diálogo com as escolas é permanente.

“Ouvimos professores e alunos, de forma que o MEA seja um prolongamento da sala de aula. Ouvimos os alunos e ali entendemos a realidade das escolas, a necessidade que cada uma apresenta”.

Foram destacados programas como o Prosa com a Escola, que já é realidade em Horizontina. “Conversamos com as escolas e procuramos entender com o MEA pode contribuir. É um programa que se define conforme a necessidade de cada comunidade escolar”, explicou Carla, convidando entidades escolares interessadas a entrar em contato com o Memorial caso tenham interesse em conhecer a instituição. Entre as formas de contato, o e-mail contato@mea.org.br .

A Coordenadora Karina também evidenciou o programa Deslocamentos MEA, que teve seu lançamento no Município de Porto Vera Cruz, nesse mês de junho. A ação itinerante promove a valorização do patrimônio cultural da região Noroeste do Rio Grande do Sul e irá passar por mais cinco municípios: Tucunduva (20/jun), Três de Maio, Nova Candelária, Boa Vista do Buricá, São José do Inhacorá e, no final do semestre, retorna à Horizontina.

O trabalho do MEA, como ficou claro no conteúdo compartilhado com a imprensa regional, e os próprios registros da entidade nas redes sociais demonstra, é um grande estimulo à sociedade quanto a valorização da cultura e da construção do saber nos espaços de aprendizagem, a preservação da memória das comunidades, dos saberes de cada lugar em sua região, 

Fonte texto e fotos: reportagem Rádio FEMA

 

COMENTÁRIOS